(13)3233-2901 (13)9961-96494 ver telefone Avenida, Washington Luís, 283, Santos/SP

Blog


Tricotilomania

sintomas, tratamentos e causas



O que é Tricotilomania?

Tricotilomania é o impulso urgente e irreprimível da pessoa arrancar o próprio cabelo ou pelos, seja do couro cabeludo, sobrancelhas ou outras partes do corpo. É um tipo de transtorno compulsivo, como o transtorno obsessivo compulsivo (TOC). A pessoa sabe que o que está fazendo não é certo, mas não consegue se controlar e continua puxando e arrancando fios de cabelo.

Em algumas pessoas a Tricotilomania é algo simples e que ela consegue controlar. Outras têm um impulso tão forte que chegam a ficar com regiões sem cabelos e precisam esconder o problema.

De acordo com o Manual Merck, entre 1 e 2% da população tem tricotilomania, e 90% das pessoas afetadas são mulheres. No entanto, talvez isso ocorra porque elas tendem a procurar mais ajuda médica do que os homens, pois na infância, meninas e meninos parecem igualmente afetados. Em geral, o hábito de puxar e arrancar fios de cabelo começa logo antes ou depois da puberdade.

 

Causas

Não sabe ao certo quais são as causas da tricotilomania, mas suspeita-se que questões genéticas e ambientais estejam envolvidas no aparecimento do quadro. Sabe-se também que pessoas com tricotilomania tem alterações naturais nas reações químicas do cérebro que envolvem a serotonina e a dopamina.

 

Fatores de risco

Os fatores de risco que aumentam as chances de ter tricotilomania são:

  • Histórico familiar
  • Ter entre 11 e 13 anos
  • Sentir emoções negativas
  • Ter transtornos como depressão, ansiedade e transtorno obsessivo compulsivo.

 

Sintomas de Tricotilomania

Entre os sintomas das tricotilomanias, os mais comuns são:

  • Puxar repetidamente fios do couro cabeludo, sobrancelhas ou cílios, entre outras áreas do corpo
  • Sentir um aumento das tensões antes de puxar o cabelo ou ao tentar resistir à vontade de puxar
  • Sentir prazer ou alívio ao arrancar um fio de cabelo
  • Áreas com menos fios de cabelos ou mesmo sem nenhum
  • Ter preferência por fios específicos ou rituais ao puxar os cabelos
  • Mastigar, morder, engolir ou enrolar os fios arrancados

É comum que pessoas com tricotilomania também tenham outros comportamentos compulsivos, como roer unhas, mastigar os lábios ou mesmo machucar a própria pele. Além disso, muitos pacientes com tricotilomania tendem a esconder as falhas no cabelo, cílios e sobrancelhas e a puxarem o cabelo apenas quando estão sozinhas.

O ato de arrancar os cabelos pode ser automático ou consciente. Em geral pessoas que arrancam os cabelos conscientemente têm inclusive um ritual para fazer isso, escolhendo fios específicos e muitas vezes comendo-os depois.

 

Complicações possíveis

Entre as complicações da tricotilomania, encontramos:

  • Estresse emocional, já que essas pessoas costumam se sentir envergonhadas, embaraçadas e mesmo humilhadas por não conseguirem controlar esse reflexo, por isso elas podem ter baixa autoestima, depressão e ansiedade.
  • Problemas sociais ou profissionais, pois a perda de cabelo pode levar a pessoa a evitar certas situações e declinar de algumas oportunidades profissionais.
  • Problemas de pele e cabelo, já que puxar os fios constantemente pode causar abrasões e até mesmo infecções, além de afetar o crescimento do cabelo.
  • Bolas de cabelo (benzoares) no sistema digestivo, causada pelo hábito que algumas dessas pessoas tem de comer o cabelo que arrancam. Nesses casos, após um certo período de tempo o acúmulo dos fios pode causar perda de peso, vômitos, obstrução intestinal ou mesmo a morte.

 

Fonte: https://www.minhavida.com.br/saude/temas/tricotilomania




Veja outras notícias






Entre em contato

Endereço:
Avenida, Washington Luís, 283
Boqueirão - Santos/SP
Cep: 11055-001

Telefone:
(13)3233-2901 (13)9961-96494 ver telefone
Horário de Atendimento:
Sáb das 11:00 as 16:00
Ter Qua Qui Sex das 14:00 as 20:00
fechado

Fale Conosco



Compartilhar





90597

http://cristinaorosa.com.br/anuncios/gravaNota